Sobre

Um Baile Bom é uma movimento-festa-ato político de mobilização da comunidade negra de Curitiba e Região Metropolitana. Realizado na tradicional Sociedade Operária Beneficente 13 de Maio, clube social negro de 128 anos, o terceiro mais antigo do país em funcionamento, completou seu primeiro ano em abril de 2016 e já recebeu até agora um público estimado de 6.000 pessoas.

Espelhando o futuro, Um Baile Bom busca nos bailes black das décadas de 70 e 80 seu fundamento. A história desses bailes no Brasil começa no Rio de Janeiro da década de 1970 e vem no embalo da luta americana pelos pelos direitos civis.  As vozes de James Brown, George Clinton, Tim Maia, Toni Tornado tornaram-se denúncias e gritos de guerra, buscando o incentivo à auto estima, educação e emancipação do povo negro.

A cada edição, o baile reúne cerca de 350 pessoas e busca o diálogo geracional. Mesmo sendo muito frequentado por um público na maioria jovem, não é raro ver diversas famílias dançarem ao som de Lady Zu, Gerson King Combo, Karol Concá e Emicida, se arriscarem nos passinhos, onde vovós também dividem a pista com os novos “bboys” e “ bgirls” na pista de dança.

O Baile já recebeu DJs de São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro e se desdobra em atividades de mobilização fora do eixo central da cidade e propõe atividades culturais a preços acessíveis como oficinas de dança, debates e entre outros. No ano de 2016 realizou seu primeiro (baile) evento fora de Curitiba na histórica Sociedade Kênia Club de Joinville. O evento-movimento também se propõe a expandir novas edições fora de casa e ocupar outros clubes sociais negros no Sul do Brasil.

Anúncios